in

Fundo de investimento em ações tem come-cotas? Confira!

Continua após a publicidade..

A dúvida sobre se um fundo de investimento em participações (FIA) pode virar cota é uma visão comum de muitos investidores. Isso porque lidar com tributos, principalmente os relacionados ao Imposto de Renda (IR), faz parte do dia a dia dos investidores – e nem sempre é uma tarefa fácil.

Nesse sentido, é importante lembrar que cada alternativa existente no mercado possui regras tributárias próprias. Portanto, você deve entender como cada um funciona para entender os custos envolvidos nesse investimento.

Para este tema, preparamos este conteúdo no Genial. Neste artigo, você vai saber mais sobre como funciona o Quota Eater e saber se ele é um fundo com foco em ações.

Segue!

O que é um fundo de investimento em ações?

Um fundo de ações é uma espécie de instrumento coletivo existente no mercado financeiro. Esse modelo é uma estrutura de organização societária – os gestores podem participar do fundo comprando cotas da empresa.

Os fundos de ações estão disponíveis para compra em plataformas de corretagem. Assim, você pode escolher o veículo de sua preferência com base no potencial de ganhos.

Depois de comprar ações, você estará exposto a uma carteira de fundos de ações. Capital de nome principal significa que o patrimônio alocado no arquivo de nome do fundo e o patrimônio reservado são alocados em títulos e ativos relacionados.

As decisões de investimento da FIA são confiadas a gerentes profissionais. Ele será responsável por transferir o patrimônio do veículo de acordo com uma estratégia predeterminada e conhecimento prévio dos acionistas.

Como funciona o AIF?

Os fundos de ações funcionam de forma semelhante aos demais fundos de investimentos do mercado. A principal peculiaridade é que seu capital é afetado pelo desempenho do mercado de ações.

Como você pode ver, além de investir diretamente em ações de companhias abertas, existem outras opções de investimentos que podem fazer parte da estratégia de um gestor. Isso inclui direitos de compra, opções de ações, títulos conversíveis e muito mais.

Além disso, o tipo de gestão do fundo pode ser ativo ou passivo. No primeiro caso, o foco do gestor é superar o índice de referência adotado. Muitos FIAs costumam usar o Ibovespa, principal indicador de desempenho da B3, como referência.

Os fundos de gestão passiva, por outro lado, são aqueles que se concentram apenas no desempenho de um índice. Isso significa que os gerentes não tomam decisões por conta própria, mas fazem ajustes no mix teórico de benchmarks selecionados.

Além disso, os fundos não transferem ações, o que vale a pena para os investidores. Ele investiu em ativos patrimoniais, reinvestindo o capital realizado em sua própria carteira – entregue pelo valor do investimento do fundo.

O que é um comedor de cotas?

Agora que você já sabe o que é um fundo de ações, é importante entender como funcionam os comedores de cotas. Afinal, essas taxas são comuns entre muitos fundos de investimento no mercado brasileiro.

Os comedores de cotas incluem o pagamento antecipado do imposto de renda. Esse tipo de cobrança é uma estratégia tributária federal para investimentos tributáveis ​​que não possuem prazo fixo.

A justificativa do nome eat-quotes é que o abatimento do IR é feito contra as ações detidas pelo investidor. Com isso, você ganha desconto nas cotas fracionadas de fundos de investimentos que possuem esse imposto.

Como essa cobrança aconteceu?

A cobrança dos consumidores de cotas é realizada automaticamente pela Receita Federal. Recolhido semestralmente e no último dia útil dos meses de maio e novembro.

Dessa forma, o investidor não precisa realizar nenhuma ação para cobrar a taxa. Curiosamente, porém, a come-quota acompanha o desempenho de seus investimentos.

Já que a taxa do IR depende do prazo do fundo. Para instrumentos de curto prazo, a carteira é composta por alternativas com vencimentos de até um ano, e a carteira tem rendimento aprovado de 20%. Para fundos de longo prazo, a expectativa é de 15%.

Os fundos de investimento em ações têm devoradores de cotas?

Você entende como funciona a cota de arrecadação? Como você pode ver, esse tipo de imposto é comum em fundos de investimento que não possuem prazo fixo. Dessa forma, permite à Receita Federal prever o recebimento de recursos.

Nesse sentido, é difícil para vários tipos de veículos coletivos conseguirem cotas. Os principais fundos são:

renda estável;
múltiplos mercados;
câmbio estrangeiro;
di.

Os fundos de ações, por outro lado, não envolvem taxas de consumo. Mesmo assim, o IR continua cobrando a rentabilidade desses veículos coletivos — mas o pagamento é diferente.

Como funciona a tributação da FIA?

Como você já sabe, os fundos de investimento em ações não pagam imposto de renda antecipadamente comendo cotas. Então, como é feita a tributação neste caso? Os ganhos de capital são tributados a uma taxa fixa de 15% do ganho.

Portanto, o percentual do IR é o mesmo independentemente do vencimento do fundo. Em termos de pagamento, ao contrário da participação direta, o imposto de renda é retido na fonte. Dessa forma, não há necessidade de emissão de DARF.

Vale a pena investir em fundos de ações?

Os AIFs podem ser uma alternativa para acessar a bolsa de valores de forma mais prática. E, como podem ver, têm a vantagem de não estarem sujeitos à possibilidade de ofertas futuras.

Mas além dos aspectos que você vê aqui, você tem que entender suas considerações para saber se esse investimento vale a pena para sua estratégia.

Confira!

Introdução e Objetivos

Seu perfil de investidor é um elemento que deve fazer parte do processo de tomada de decisão de investimento. E o mais importante, lembre-se de que os fundos de ações investem em ativos de renda variável negociados na bolsa de valores.

Assim, a FIA não garante retornos sobre sua carteira de investimentos. Devido aos riscos envolvidos, as contribuições podem ser mais indicadas para investidores de perfil intermediário – dependendo da estratégia de gestão do fundo.

Além do seu perfil, você também precisa considerar os prazos das suas metas. Como o fundo não tem foco ou a forma de repasse é a cota de vendas do fundo, esse termo pode ser mais adequado.

Conhecer seu perfil e objetivos permite uma avaliação mais criteriosa dos investimentos no portfólio da FIA. Assim, é possível entender a alocação de capital adequada com base no seu perfil de risco e objetivos de longo prazo.

Estratégia de fundos

A estratégia do fundo é outro fator que pode ajudar na sua análise de investimento. Ao avaliar esse recurso, você pode descobrir se o FIA é adequado para sua situação. O primeiro passo é entender se a gestão do veículo é ativa ou reativa.

Em um AIF gerenciado ativamente, a equipe responsável naturalmente tomará mais medidas na tentativa de superar o benchmark. Além disso, podem ser cobradas taxas de performance quando o desempenho de um fundo supera as expectativas.

Em um FIA passivo, o gestor pode utilizar os mesmos ativos da carteira teórica do índice de referência para compor a carteira do fundo. Nesse sentido, os custos podem ser menores em relação aos fundos ativos.

Além do tipo de gestão, também é preciso entender em quais cenários de investimento os gestores podem alocar o patrimônio. A estratégia pode ser ações e outros ativos ou derivativos. Ainda assim, a administração pode se especializar em funções específicas.

Por exemplo, alguns fundos priorizam ações de empresas consolidadas, enquanto outros investem em empresas menores. A escolha da estratégia afeta diretamente o risco do fundo. Portanto, não deixe que a avaliação desses fatores tome uma decisão.

Desempenho histórico

Como você pode ver, existem investimentos em fundos de ações em renda variável. Portanto, os lucros não podem ser garantidos ou mesmo previstos dessa maneira. Portanto, ao olhar para os resultados do passado, lembre-se de que eles não são garantia do futuro.

Mesmo assim, analisar a performance histórica de um fundo pode trazer informações interessantes para sua análise. Com esse entendimento, você poderá ver o que a administração conquistou em diferentes momentos da economia.

Essa prática pode ser ainda mais importante para fundos geridos ativamente. Afinal, como o objetivo da gestão é superar os benchmarks, vale a pena conhecer o período em que atingiram esse objetivo.

Como investir em fundos de ações?

E você acha que investir em FIA seria bom para o seu portfólio? Um de seus pontos fortes é uma alternativa prática para entrar no mercado de ações. Além disso, como fiscal, quem come a cota não tem dificuldade de ganhar.

Se você tem interesse em investir, precisa entender como pode contribuir. Este método não está disponível na bolsa de valores. Portanto, para investir, você precisa ter uma conta de investimento em uma corretora como a Geniale para analisar a carteira do seu fundo.

Continua após a publicidade..

As permissões podem ser compradas depois que você encontrar uma alternativa que funcione melhor para o seu plano. Posteriormente, os investimentos disponíveis em sua carteira, você poderá acompanhar o desempenho diretamente pelo app.

Agora não há necessidade de comprar recursos de fundos e você pode fixar certas posições e recursos de fundos. Dessa forma, você conseguirá analisar melhor a lógica tributária para ver se vale a pena para o seu caso! Tem dúvidas sobre como investir em fundos ou investir diretamente em ações? Descubra qual opção é melhor para você!

Continua após a publicidade..

Confira as principais ações e saiba como acompanhar seus índices!

Cripto e Jogos: Qual a relação e por que você deve acompanhar esses?