in

Quanto Custa Criar um Filho em Brasília?

Continua após a publicidade..

A chegada de um filho é um momento de grande alegria, mas também significa muito.

Uma família que queira pagar as melhores escolas e faculdades para seus filhos pode gastar R$ 2,5 milhões por filho até se formar!

A seguir, detalharemos os principais custos para criar um filho, ajustaremos aproximações com base na realidade de Brasília e daremos algumas dicas de planejamento financeiro para manter seu filho seguro.

Custo por Estágio e Faixa Etária

Custo da gravidez

Nem todos os casais terão esse custo, mas muitos precisam de tratamento para engravidar. Alguns desses tratamentos custam entre 2 e 4.000 reais por tentativa, outros até 15.000 reais. Pode levar várias tentativas para ter sucesso.

Pré-natal

Nesse período, a consulta com um obstetra pelo menos uma vez por mês, vários exames, medicamentos e vitaminas são gastos. O custo médio por consulta particular com o obstetra fica entre R$ 400,00 e R$ 500,00 – se forem 8 a 9 consultas, o custo aumentará em R$ 3.000 a 3.500.

Parto

Caso opte pelo parto particular, o custo do parto na Clínica Parto Humano em Brasília e na Maternidade Brasília ficará entre R$ 5.000 e R$ 20.000.

0 a 3 anos

Os principais gastos nessa fase são roupas, carrinhos, brinquedos, remédios, vacinas, pediatras, babás, plano de saúde e fraldas, além dos gastos com creches para pais, babás ou familiares que não podem manter seus filhos em casa.

Os preços das creches de Brasília variam de R$ 1.000 em meio período a R$ 4.000 por mês em período integral. Caso opte por contratar uma babá, a mensalidade, incluindo todas as taxas, ficará em torno de R$ 1.500 a R$ 2.500. Algumas famílias optam por ter mais de uma babá para cuidar o tempo todo.

Festas de aniversário em forma de buffet completo, geralmente no primeiro aniversário da criança, custam entre 10 e 20 mil reais por festa para cerca de 50 a 100 convidados.

4 a 14 anos

A partir desta idade, as despesas escolares são fixas. Além de trocar de roupa e sapatos, acrescente o custo de material escolar, uniformes, transporte, festas, presentes para amigos! Dos 5 aos 7 anos, o custo das aulas de idiomas, esportes, jogos e subsídios também aumenta. Dos 10 aos 12 anos, começa também o consumo de aparelhos eletrônicos, computadores, celulares e planos de internet. As mensalidades variam de R$ 1.000 a R$ 5.000.

15 a 17 anos

A partir dos 15 anos, as taxas variam conforme seu filho começa a frequentar festas e shows. Possivelmente, além do ensino médio regular, também fez cursinho preparatório, além de outras atividades complementares – como cursos de idiomas, esportes, mensalidades de eletrônica, etc.

18 a 23 anos

Se seu filho estiver apenas estudando e não trabalhando, o custo de moradia, alimentação, roupas e festas continuará. Se ele estiver estudando em uma instituição privada, a principal despesa nesse período pode ser a mensalidade da faculdade. A mensalidade de um curso de medicina pode chegar a quase R$ 10.000 por mês.

Se ele estiver estudando em uma cidade ou instituição estrangeira, a taxa é mais alta porque também há custos de moradia para criar os filhos.

23 aos 30 anos

Na geração atual, é comum que os adultos nessa idade continuem morando com os pais; também é possível que você ajude seu filho a se matricular em cursos ou pós-graduação, o que pode constituir outra despesa. As despesas que podem ser incorridas durante este período não estão incluídas nos cálculos abaixo, mas têm o potencial de aumentar o custo total da pensão alimentícia.

Gastos totais

O Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing (Invent) realiza o mais extenso estudo para calcular o custo total da criação dos filhos. Os dados deste estudo são atualizados com dados de inflação dos últimos anos, levando em consideração a renda per capita dos domicílios residentes na região central de Brasília (Asa Sul e Asa Norte, Lago Sul e Lago Norte, Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro ) e Jardim Botânico ), o custo de criar um filho em Brasília pode variar de 1,1 milhão de reais a até 2,5 milhões de reais!

Custo de Oportunidade do dinheiro gasto

Agora entenda que o custo de seu filho não é apenas o custo dos gastos, mas também os bens que você deixa para trás.

Se a família gasta cerca de 1,1 milhão de reais antes dos 23 anos, que é uma média de 3.985 reais por mês, se esse recurso for investido mensalmente ao longo de 23 anos, a taxa de retorno é 0. 8% ao mês, com valor acumulado de 3,1 milhões de reais! Esse é o poder dos juros compostos.

Planejamento Financeiro Familiar e Pessoal

Com uma compreensão geral de todos os custos da criação dos filhos, fica mais claro o quão importante é planejar adequadamente a formação de uma família e não passar por dificuldades financeiras.

Para isso, é importante elaborar um bom planejamento financeiro que inclua todas as despesas possíveis relacionadas à criança e inclua diferentes ações para reduzir ou reduzir algumas dessas despesas.

Algumas das nossas dicas para você que planeja ter um bebê são:

– adquirir um seguro de vida de valor suficiente para garantir a qualidade de vida da família em caso de morte e/ou ausência;

– Planeje as despesas diárias de seu filho dentro do seu orçamento e conserve recursos para metas específicas de longo prazo;

– Chás de bebê ou fraldas podem reduzir o alto custo das fraldas;

– o seguro saúde é uma despesa contínua, que pode economizar muito dinheiro se os mesmos procedimentos médicos forem realizados em situações particulares;

– Eduque seu filho sobre a importância do planejamento educacional e financeiro, envolva-o no planejamento familiar desde cedo e use diferentes técnicas para transmitir esse conhecimento às crianças e adolescentes. Isso ajudará você e seu filho por toda a vida!

– Não ignore seus sonhos e necessidades, mas também economize para construir sua independência financeira, para isso é muito importante fazer investimentos com bons retornos!

Continua após a publicidade..

Bons investimentos,

Continua após a publicidade..

Invista em PGBL e reduza o Imposto de Renda

Vale a pena comprar ações da Petrobras?