in

7 passos para transformar sua relação com o dinheiro

Continua após a publicidade..

Mudar sua relação com o dinheiro pode afetar quase todos os aspectos de sua vida.

Isso porque sua relação com o dinheiro vai além de receber um salário ou pagar contas. É sobre seus pensamentos e sentimentos sobre dinheiro e como esses pensamentos e sentimentos afetam a maneira como você o usa.

Existem até personalidades de dinheiro diferentes que tornam sua relação com o dinheiro única. Há de tudo, desde poupadores até pessoas que gastam seu dinheiro e nem querem pensar nisso.

Independentemente disso, sua relação com o dinheiro é importante.

Dito isso, neste artigo, abordaremos como mudar seu relacionamento com o dinheiro, entendendo seu relacionamento atual, definindo metas e intenções para o relacionamento que você deseja e tomando medidas para construir um relacionamento saudável com o dinheiro.

Vamos entrar nisso!

Por que é crucial ter uma relação saudável com o dinheiro?

Quer você perceba ou não, você desenvolveu um relacionamento com o dinheiro. Essa relação com o dinheiro afeta suas escolhas de carreira, molda certos hábitos de consumo e até afeta onde você come.

É por isso que é importante ter um relacionamento saudável com o dinheiro, pois isso pode impactar positivamente suas interações com o dinheiro.

Ter uma relação saudável com o dinheiro significa entender como o dinheiro funciona. Isso significa usar seu dinheiro para ajudá-lo a se manter saudável, viver uma vida menos estressante e investir em coisas que o apoiarão a longo prazo.

Relacionamentos positivos são o que levam à liberdade financeira e à felicidade.

Como ter uma relação doentia com o dinheiro

Um relacionamento doentio com o dinheiro muitas vezes leva a uma vida estressante devido a más escolhas de dinheiro.

Isso pode se parecer com:

compra por impulso
maximizar cartão de crédito
Evite gerenciar suas finanças
recusando-se a falar sobre dinheiro ou buscar apoio financeiro
Não gosta ou mostra raiva de alguém com segurança financeira
Nem gaste dinheiro em necessidades
Esse relacionamento ruim com o dinheiro também pode afetar outros relacionamentos em sua vida.

Por exemplo, as finanças são um grande motivo para muitas pessoas se divorciarem e podem levar a conflitos financeiros familiares.

Como é uma relação saudável com o dinheiro?

Quando você tem uma relação saudável com o dinheiro, tudo parece se encaixar. O sol é mais brilhante, os pássaros são mais barulhentos e você aproveita mais a vida porque não se preocupa com dinheiro.

Uma relação saudável com o dinheiro inclui:

Crie um plano de gastos ou orçamento para o seu dinheiro
sinta-se bem com o dinheiro que você ganha
Tenha um forte plano de poupança ou fundo de emergência
Vivendo sem dívidas ou pagando ativamente dívidas
Ser capaz de fazer compras sem se sentir culpado
Se sua relação com o dinheiro pode melhorar, veja mais sobre como transformar sua relação com o dinheiro em uma relação saudável e sustentável.

Passos para construir um relacionamento saudável

É importante saber que mudar sua relação com o dinheiro leva tempo. Infelizmente, não há atalhos para eliminar falsas crenças sobre dinheiro e desenvolver melhores hábitos. No entanto, com um pouco de tempo e esforço, você começará a ver a diferença.

1. Dê uma olhada honesta em seu relacionamento atual

O primeiro passo é realmente fazer uma avaliação honesta e não julgar sua relação atual com o dinheiro. Lembre-se, não importa onde esteja seu relacionamento, isso não faz de você uma pessoa boa ou má.

Para entender seu relacionamento, faça a si mesmo as seguintes perguntas.

O que eu penso sobre dinheiro? São positivos ou negativos?
Como progredi com dinheiro no último ano?
Além disso, aqui estão algumas perguntas mais aprofundadas que podem ajudá-lo a mudar sua relação com o dinheiro.

Quais são as relações dos seus pais com o dinheiro?

A maneira como você cresceu desempenha um grande papel em como você interage com o dinheiro. Mesmo que seus pais não tenham lhe ensinado dinheiro, você ainda aprende observando como eles falam e usam o dinheiro.

Se seus pais fossem mais frugais e gastassem dinheiro apenas com as necessidades mais básicas, você poderia ter o mesmo relacionamento, ou vice-versa.

O oposto é um relacionamento em que você gasta muito dinheiro porque não teve certos luxos quando criança.

Você está imitando as relações financeiras das pessoas em seu círculo social?
Quem você associa afeta sua relação com o dinheiro.

Se o seu grupo social reclamar de dinheiro como uma praga, suas ações e pensamentos começarão a refletir essas mesmas crenças negativas. Isso pode fazer você se sentir menos otimista e menos realista em relação ao dinheiro.

Seu círculo de influência tem uma influência maior do que você imagina.

Crie uma avaliação honesta do seu relacionamento

Refletir sobre seu relacionamento atual não determina se você é bom ou ruim quando se trata de dinheiro. Depois de refletir sobre seu relacionamento atual, tente descrevê-lo em uma ou duas declarações sem julgamento. Por exemplo:

Minha relação com o dinheiro é aquela em que muitas vezes me preocupo com dinheiro.
Na minha relação atual com o dinheiro, gasto muito dinheiro.
Armado com uma sólida compreensão e apresentação, você pode dar os próximos passos para mudar sua relação com o dinheiro.

2. Identifique como você deseja que seu novo relacionamento seja

Agora é a hora de deixar o passado para trás e focar no futuro. Como você gostaria que fosse sua relação com o dinheiro?

Você quer que seu relacionamento seja divertido, mas responsável? Por exemplo, você pode gastar dinheiro com coisas que gosta e também economizar.

Ao identificar o relacionamento, tente se concentrar em como será o relacionamento em sua vida. Como sua vida, comportamento e pensamento serão diferentes por causa desse novo relacionamento?

Como será esse novo relacionamento?

Um lugar fácil para começar é considerar seus valores e garantir que seu relacionamento com o dinheiro esteja alinhado com eles.

3. Estabeleça uma intenção ou objetivo para o seu relacionamento

Agora é a hora de se concentrar em seu relacionamento novo e aprimorado e criar uma intenção ou objetivo.

Para fazer isso, pense em que tipo de resultados você deseja que seu novo relacionamento tenha.

Quer aumentar suas economias? Tem a confiança para ganhar mais dinheiro? Ou você quer pagar a dívida?

Ter uma intenção ou resultado desejado o ajudará a se concentrar na construção de novos relacionamentos. Isso o ajudará a mudar seus hábitos e a criar novas rotinas que o ajudarão a alcançar seus novos objetivos.

Alguns exemplos de metas financeiras são:

Hábitos positivos, como pagar a si mesmo primeiro
fazer face às despesas
Crie um orçamento ou plano de gastos alinhado aos seus valores.

4. Comece a estabelecer uma base para esse novo relacionamento

É quando você começa a colocar os passos em prática. Quando você pensa na fundação de uma casa, é a parte mais difícil. Qual pode ser a parte mais poderosa do seu novo relacionamento?

A maneira mais fácil de começar a construir essa base é através da educação. Entender como o dinheiro funciona, como usá-lo e entender as estruturas financeiras pode ajudar a mudar sua relação com o dinheiro.

Felizmente, o Sublime Finance oferece centenas de cursos educacionais gratuitos para ajudá-lo a construir essa base.

5. Lembre-se de se dar graça
É importante lembrar que você está nessa relação negativa há anos. Tudo bem se você não mudar as coisas da noite para o dia.

A próxima vez que você estiver pensando em se esforçar, tente estas dicas para se enfeitar.

Perdoe-se por erros de dinheiro passados
Mesmo algumas das pessoas mais ricas cometeram erros com dinheiro, então você não está sozinho. Em vez de insistir nos erros, perdoe-se e permita-se aprender com a situação infeliz.

Continue tentando até acertar
Esteja você orçando pela primeira vez ou tentando falar sobre dinheiro de frente, provavelmente não acertará tudo na primeira tentativa. Quando você voltar aos velhos hábitos, faça anotações e pergunte a si mesmo como você pode fazer melhor da próxima vez.

6. Busque orientação profissional

Olhando para casais felizes, uma das chaves para um relacionamento positivo é o aconselhamento matrimonial. Assim como sua relação com o dinheiro, às vezes você precisa de uma ajudinha externa.

Quando você procura a ajuda de especialistas financeiros, eles podem orientá-lo a tomar melhores decisões com seu dinheiro.

Um profissional pode ajudá-lo a planejar seu dinheiro e ajudá-lo a se sentir bem com seu dinheiro.

7. Comemore seu novo relacionamento

Muitas vezes celebramos outros relacionamentos na vida, como um novo parceiro romântico, um novo emprego ou se tornar pai. Por que não comemorar sua nova relação com o dinheiro? Esse relacionamento afeta todos os outros relacionamentos em nossas vidas.

Veja algumas formas de comemorar:

Faça um baile em sua casa
dê a si mesmo uma tarde de folga
Mime-se com a sua sobremesa favorita
Visite o seu espaço ao ar livre favorito
Como evitar uma relação doentia com o dinheiro
Agora que você sabe como tornar sua relação com o dinheiro saudável, vamos garantir que você consiga mantê-la. Como um relacionamento romântico, não há como voltar para aquele parceiro preguiçoso e ingrato.

Aqui está como ficar fora do ciclo.

Evite maus hábitos de dinheiro criando novos hábitos de dinheiro

Maus hábitos são sempre difíceis de quebrar. Em vez de gastar energia na mudança de maus hábitos, concentre-se em criar novos e melhores hábitos.

Melhores hábitos financeiros parecem automatizar suas economias para que você não precise esperar até gastar a maior parte do seu salário para economizar. Outro novo hábito a ser incorporado é o namoro em dinheiro.

Uma data de caixa é quando você gasta uma certa quantidade de tempo revisando suas finanças. A chave é torná-lo divertido.

Você pode se reunir com seus amigos e compartilhar uma garrafa de vinho enquanto fala sobre impostos. Você pode tocar alguma música ou acender algumas velas enquanto verifica seu orçamento.

O objetivo é desenvolver hábitos agradáveis ​​e fáceis em torno do dinheiro, para que você não pense demais nele.

Preste atenção aos seus pensamentos e suas crenças sobre dinheiro

Você acha que o dinheiro é ruim? Você acha que as pessoas ricas são ruins? Se você acha que dinheiro é uma coisa ruim, tente uma nova perspectiva.

Comece a ver coisas boas que você pode fazer com dinheiro. Quando o dinheiro está nas mãos de pessoas bem-intencionadas, ele pode fornecer abrigo, comida e recursos. O dinheiro pode ajudá-lo a obter o que você precisa.

Quando você começa a mudar de ideia sobre como usar o dinheiro, percebe que o dinheiro é uma ferramenta que você pode usar como quiser.

Passe tempo com pessoas que o apoiam em um relacionamento saudável com o dinheiro
Imagine se você passasse a maior parte do tempo reclamando dos colegas de trabalho. Por sua vez, você começará a reclamar do trabalho e a ter sentimentos negativos em relação ao seu trabalho. O mesmo se aplica ao dinheiro.

Passe algum tempo com pessoas que falam sobre aumentar suas economias e iniciar um negócio paralelo para que possam ter segurança financeira. Pense nas pessoas em sua vida que são felizes e trabalham em um ambiente de que gostam.

Essas pessoas geralmente têm uma relação positiva com o dinheiro e podem apoiá-lo à medida que você muda seu relacionamento com o dinheiro.

Exclua as coisas em sua vida que não suportam relacionamentos saudáveis.
Além de desenvolver novos hábitos, tente eliminar coisas da sua vida que não suportam uma relação saudável com o dinheiro.

Parece uma mudança de cartões de crédito para o uso de dinheiro para parar gastos inúteis. Você também pode ficar longe das mídias sociais para evitar ser atraído por influenciadores que tentam convencê-lo a fazer certas compras.
Mesmo limitar a visualização de TV pode ajudar a mudar sua relação com o dinheiro e livrá-lo das tentações do consumismo.

Relação com cotações de dinheiro: como e quando usá-las

Se você precisa de um pouco de apoio para melhorar seu relacionamento com o dinheiro, aqui estão algumas citações de relacionamento com o dinheiro para colocá-lo no caminho certo.

Você pode usar essas relações com cotações de dinheiro lendo-as todos os dias ou anotando-as com frequência para manter um bom estado de espírito.

“O dinheiro é apenas uma ferramenta. Ele o levará aonde você quiser, mas não o substituirá como motorista.” – Ayn Rand
Essa relação com as cotações de moedas lembra que você é o responsável pelo seu dinheiro e não deixa que suas finanças sejam responsáveis ​​por você.

“O dinheiro não compra a felicidade, mas a falta de dinheiro pode comprar a miséria.” – Daniel Kahneman

Esta citação nos lembra que o dinheiro não é a fonte da felicidade, mas é importante para viver uma vida sustentável. Sempre encontre um equilíbrio entre ter dinheiro suficiente para atender às suas necessidades e ter dinheiro suficiente para ajudá-lo a fazer o que o deixa feliz.

“A riqueza é a capacidade de experimentar a vida ao máximo.” – Henry David Thoreau

Riqueza não é apenas riqueza. É sobre aproveitar as melhores coisas da vida e aproveitar a vida ao máximo.

Continua após a publicidade..

É possível mudar sua relação com o dinheiro

Através dessas etapas, você desenvolverá um relacionamento saudável, solidário e próspero com o dinheiro. Lembre-se, essa transição levará tempo.

Ao começar com os passos simples de entender seu relacionamento atual com o dinheiro e definir uma intenção de como você deseja que seu relacionamento seja, você está fazendo uma grande diferença para si mesmo. É importante manter seus objetivos, procurar ajuda profissional quando precisar e se dar graça.

Relacionamentos fortes levam tempo e podem durar uma vida inteira.

Você pode dar um passo adiante lendo mais sobre dinheiro e mentalidade e fazendo um de nossos cursos gratuitos de finanças!

Continua após a publicidade..

Os 15 melhores livros de alfabetização financeira para mulheres

18 categorias de fundos de amortização a serem consideradas em seu orçamento