in

Dicas para evitar erros na sua Declaração de IR

Continua após a publicidade..

O preenchimento e a entrega da declaração de imposto de renda exige a atenção dos contribuintes e, principalmente, a necessidade de obter informações corretas para que não sejam necessárias correções posteriores.

Quaisquer inconsistências na comunicação às autoridades fiscais (por exemplo: dados mal informados) podem criar problemas no futuro. Aqui estão alguns erros comuns que você pode evitar:

Prestação de serviços

Ao informar os serviços que pagou ao longo do ano, incluindo CNPJ e CPF do prestador, e o mais importante, certifique tudo o que informou.

Use como base os relatórios fornecidos pelos próprios profissionais, caso não os tenha, eles são obrigados a fornecer a documentação.

Lembre-se, existem referências cruzadas! Isso significa o seguinte: digamos que você anunciou que gastou 3.000 reais em seu dentista este ano e notificou sua previdência. Esta informação é cruzada: Com o CPF do dentista e o seu CPF, a Receita Federal vai verificar quanto o profissional está recebendo pelo serviço. Se em vez de 3.000 reais ele anunciasse 2.000 reais, você teria que contabilizar a diferença.

Despesas não dedutíveis

Outro erro comum é declarar despesas não dedutíveis, ou seja, despesas que a lei não permite deduções fiscais, como o custo de material escolar (como despesas educacionais) e medicamentos (como despesas médicas).

Doações

Antes de notificá-los, tente entender como incluir as doações na sua declaração de imposto de renda e quais doações podem realmente ser reivindicadas. Nem todas as doações feitas como doações são dedutíveis da base de cálculo do imposto de renda.

Previdência Privada

Nos PGBL (Planos Geradores de Benefícios Livres) e Planos de Previdência Privada, as contribuições (depósitos) são dedutíveis do imposto a pagar até 12% do lucro tributável anual bruto. No entanto, para isso, o contribuinte deve apresentar sua declaração na íntegra e tornar-se contribuinte do INSS.

Declaração de Dependentes

Muito cuidado ao declarar dependentes. O Fundo de Previdência deve ser notificado de todos os dependentes inscritos na declaração de imposto de renda, independentemente da idade.

Caso o dependente receba algum tipo de renda, é necessário adicioná-la à renda do declarante. Saiba que relatar alguém como uma dependência não é permitido sem que tal dependência realmente exista. Lembre-se: esta informação é cruzada.

Dependentes duplicados

É comum um casal declarar o mesmo filho (feito separadamente) em suas respectivas declarações. Cada dependência só pode aparecer em uma dessas declarações. Portanto, ambas as partes devem concordar em qual documento a criança irá declarar.

Continua após a publicidade..

No caso de casal divorciado, os dependentes devem declarar o cônjuge com a guarda dos filhos por meio de decisão judicial. IMPORTANTE: Além de declará-lo como dependente, o responsável legal da criança também deve notificar o recibo de pensão alimentícia (caso receba).

Continua após a publicidade..

Desemprego atinge 12 milhões de pessoas no Brasil

Estratégia financeira bem sucedida