in

Metaverso: qual o seu significado e como funciona? Entenda!

Continua após a publicidade..

A vida tecnológica traz isso para o estilo de vida e os relacionamentos das pessoas. Uma promessa relacionada de disrupção no ambiente digital é o uso de universos virtuais: você sabe o que isso significa?

Entender esse conceito pode ajudar os negócios, o comércio e entender o que acontece se os investimentos forem ajustados. Nesse sentido, entender o Metaverso o torna relevante para todos os interessados ​​em tecnologia.

Nesta edição, junte-se a nós enquanto aprendemos o que é o Metaverso, como ele funciona e quais são suas oportunidades de investimento. não perca!

O que significa metaverso?

Apesar da proeminência do termo no mundo digital ultimamente, o metaverso ainda tem um significado vago para muitos. Portanto, vale a pena definir o que ele quer dizer.

Se o termo pegar, uma das maiores empresas vincula-se a redes sociais e de tecnologia com o Facebook. A empresa anunciou que criaria seu próprio Metaverso, renomeando-o como Meta.

Você pode pensar no Metaverso como a evolução da usabilidade da Internet. Atualmente, utilizamos esse espaço digital por meio de monitores, navegando na web, verificando e-mails e interagindo nas redes sociais, certo?

A ideia do Metaverso é que a disponibilização de ambientes seja digitalizada, complementada pela propriedade de ativos digitais e propriedade de seus arquivos digitais.

Neste mundo digital, diferentes lugares podem ser visitados – por exemplo, cidades virtuais, edifícios, salas de conferências, jogos, etc. No entanto, para isso, você precisa ter um dispositivo próprio, como óculos de realidade virtual ou aumentada.

Aliás, podemos generalizar o Metaverso como um momento virtual em que a vida se torna um ambiente tão real, o que também é importante, pois a vida de uma pessoa pode interagir com pessoas, prestar serviços, fazer compras, etc. Muitas possibilidades.

Vale a pena notar que o Metaverso é um conceito, não uma empresa ou um lugar. Qualquer empresa de tecnologia ou mesmo um indivíduo com conhecimento técnico pode criar seu próprio Metaverso e disponibilizá-lo ao público.

Como isso aconteceu?

O Metaverso se tornou popular em meados da década de 2010, mas o conceito tem mais de 30 anos. Neal Stephenson usou o termo em seu livro de 1990 intitulado Snow Crash.

No entanto, nesta obra, o universo virtual é apenas um conceito de ficção científica que finalmente se tornou realidade. Na verdade, os primeiros mundos virtuais foram criados por criar, principalmente devido à tecnologia gerada pelas criptomoedas.

Portanto, vale a pena a importância do blockchain no metaverso. Essa tecnologia surgiu em 2008 com o nascimento do Bitcoin. É um sistema descentralizado e independente que usa servidores privados em todo o mundo para criar um banco de dados global.

Blockchain também permite a criação de moedas de troca e objetos únicos no metaverso. Assim, os usuários podem negociar, comprar e realizar transações em um ambiente virtual.

Como funciona o metaverso?

Agora que você sabe o que é o Metaverso e como ele surgiu, deve estar se perguntando sobre essa tecnologia, certo? Portanto, os mundos virtuais podem ser acessados ​​por meio de dispositivos específicos.

Alguns desses mundos virtuais estão disponíveis para realidade virtual. Esses dispositivos podem projetar imagens para o usuário e capturar movimentos corporais para interação. Portanto, é possível ter uma perspectiva em primeira pessoa no metaverso, interagindo plenamente com todo o ambiente.

A realidade aumentada é outra possibilidade que este universo pode explorar. Ao contrário da realidade virtual, ela permite que objetos do mundo real sejam usados ​​e transformados digitalmente, resultando em mais interação do usuário.

No entanto, também é possível usar Metaversos com apenas um monitor genérico. Não gera realidade, mas também permite acesso e maior interação com o ambiente digital.

Qual a relação do Metaverse com o mercado de investimentos?

Como o Metaverso é uma tecnologia em crescimento que atraiu o interesse de grandes empresas, os investidores costumam se perguntar se é possível exportar para ele financeiramente. Na verdade, por se tratar de um conceito, não se pode investir diretamente no Metaverso.

Existem algumas maneiras cautelosas de se expor ao Metaverso e a essa nova tecnologia. Nesse caso, vale conferir quais empresas têm investido nessa tecnologia e podem crescer com a expansão do Metaverso. Como você viu, o Facebook (atualmente Meta) é uma dessas empresas.

A empresa disse que vai investir na expansão do Metaverso e espera se tornar mais popular. Outros grandes players como Microsoft, Epic Games e Roblox também estão interessados ​​nesse mundo digital.

Além das empresas, há também a possibilidade de exportação de criptomoedas e tokens digitais relacionados aos mais diferentes metaversos. Esses ativos virtuais são criados e utilizados neste universo sem lastro físico.

As flutuações de preços com base nas ofertas e na demanda do usuário podem criar oportunidades de investimento. Mas atenção: não são investimentos sérios, apenas informações sobre possibilidades de se expor ao universo virtual.

Como investir no Metaverso?

Se você estiver interessado em se expor ao Metaverso por meio do mercado, precisará entender os principais recursos e ferramentas disponíveis. A primeira delas é a ação de uma empresa associada a esse conceito.

Como você pode ver, existem empresas que estão investindo no Metaverso e buscando resultados positivos a partir dele. Se estiverem listados, você pode se tornar um sócio minoritário comprando ações na bolsa de valores brasileira B3.

Os BDRs podem ser avaliados para compra se as ações da empresa forem negociadas em uma bolsa de valores internacional. BDRs são certificados de depósitos negociados na B3, mas lastreados em ativos de outros países.

Além disso, invista em um fundo negociado em bolsa (ETF), que é um fundo de índice que acompanha os indicadores do mercado. Um exemplo é o META11 da Hashdex, que pode ser encontrado na Sublime.

Por fim, não se esqueça de acompanhar as novidades do Metaverso e dos criptoativos. Para isso, confira o podcast Mundo Criptoda Genial. Como resultado, você receberá informações para apoiar suas decisões de investimento.

Continua após a publicidade..

Agora você sabe o que é o Metaverso e como ele funciona. Como você pode ver, existem várias formas de abordar esse conceito, mas sempre considere seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros ao montar seu portfólio. Quer corrigir valores para negociar com segurança? Então conheça um gênio!

Continua após a publicidade..

Cripto e Jogos: Qual a relação e por que você deve acompanhar esses?

Como abrir conta na Genial Investimentos?