in

Dicas de como tirar as metas do papel e faze-las em 2022

Continua após a publicidade..

A esta altura do torneio, os torcedores do Goal já têm seus elencos prontos para 2022. As metas financeiras geralmente aparecem na intenção, mas é necessário passar para o próximo – e principal – estágio: tirar as metas financeiras do papel.

Embora não exista uma fórmula mágica, algumas práticas organizacionais podem contribuir para o sucesso. Descubra quais são nos tópicos a seguir.

O que são metas financeiras?

Metas financeiras são metas que direta ou indiretamente envolvem dinheiro.

Por exemplo, juntar uma certa quantia de dinheiro é uma meta financeira. Mas comprar uma casa é um objetivo que depende de dinheiro, por isso também pode ser considerado um objetivo financeiro.

Veja outros exemplos de metas financeiras:

→ liquidar dívidas;

→ investir.

Ainda dá tempo de cumprir as metas para 2022?

Quando essa pergunta surgir, reflita: se você começasse a fazer algo por isso ou deixasse de fazer hoje, estaria mais perto de alcançar seus objetivos financeiros?

Por isso, mesmo que você se perca e demore mais do que gostaria de estar trabalhando em seus objetivos pessoais, lembre-se que mesmo que o objetivo não seja totalmente alcançado, chegar perto do resultado já é uma conquista que fará toda a diferença. Diferenças em sua situação financeira. Faça este teste se você quiser saber como estão suas finanças.

Como tirar as metas financeiras do papel?

Você já anotou suas metas financeiras, mas precisa de estímulo para executá-las? Confira quatro dicas úteis:

1. Tenha um plano

Listar metas financeiras é apenas um ponto de partida, mas não o suficiente para alcançá-las.

Por exemplo, digamos que uma pessoa queira arrecadar R$ 5.000,00 para o ano inteiro, mas o orçamento não consegue arrecadar os recursos e não há outra forma de arrecadar o valor necessário. Nesse caso, as chances de alcançar seus objetivos financeiros são pequenas. Afinal, a realidade dificilmente muda sem intervenção.

Por isso, essas metas devem ser acompanhadas de um plano de ação, que pode ser ganhar uma renda extra, cortar despesas, vender aparelhos sem uso ou até mesmo assinar um contrato de empréstimo.

2. Defina prazos

Por outro lado, uma estratégia sem cronograma também pode comprometer o cumprimento de metas, um conhecido hábito da procrastinação.

Considerando o exemplo anterior, se um indivíduo decide reduzir seus gastos com pedido de comida no aplicativo para arrecadar 5.000,00 reais, sem estimar quando quer ter o valor total, há uma boa chance de que ele não se comprometa a compensar os gastos no próximo mês, ou reduza os gastos após um período de tempo.

A pessoa pode até cobrar o valor total que pretende fazer, mas você concorda que pode demorar mais? Por exemplo, se há um prazo para arrecadar R$ 5.000,00 até dezembro de 2022, há um senso de urgência para colocar o plano de ação em prática.

3. Dê pequenos passos o quanto antes

Dividir o objetivo em partes menores pode torná-lo mais acionável. Quando o objetivo é sair das dívidas, nem sempre é impossível quitar as dívidas de uma só vez.

No entanto, uma pessoa com 12 dívidas em aberto e apenas uma dívida por mês pode pagar quaisquer dívidas que caibam no orçamento mensal enquanto coloca em prática planos de ação para conseguir cumprir os prazos estabelecidos. .

Por outro lado, quem pretende aprofundar os estudos de educação financeira e ler 5 livros de economia ao longo do ano pode dividir o objetivo principal em ler um livro a cada dois meses.

4. Não se apegue a apenas uma meta financeira

Quer trocar de telefone ou comprar um carro? Por que não se organizar para atingir os dois objetivos ao mesmo tempo?

Nesse caso, é importante considerar os prazos para atingir cada meta e o valor que você pode comprometer a cada mês antes de calcular o valor destinado a cada meta.

Quem consegue economizar R$ 300,00 por mês pode economizar R$ 250,00 para comprar um carro e R$ 50,00 para trocar um celular. Em um ano e meio, ela poderá comprar um celular no valor de R$ 900,00 à vista, e em cerca de seis anos e meio poderá comprar um carro no valor de R$ 20.000,00 à vista.

É uma ótima maneira de realizar planos de curto, médio e longo prazo e aproveitar as conquistas ao longo do caminho. Outra possibilidade é somar 20.900,00 reais (a soma dos dois consumíveis) antes de distribuir o dinheiro.

Objetivos como quitar dívidas e aprofundar a educação financeira podem ser combinados além das compras. Uma pessoa que está endividada pode financiar a dívida enquanto faz um curso de finanças, o que pode até ajudá-la a lidar melhor com isso.

Continua após a publicidade..

No entanto, ao lidar com dívidas, é importante escolher o mix com cuidado e evitar o uso de fundos que seriam usados ​​para pagar a dívida para outros fins. Devido às cobranças de juros e ao efeito bola de neve, a eliminação de questões financeiras não resolvidas deve sempre ser uma prioridade sem comprometer a subsistência da família.

Continua após a publicidade..

Essas são dicas para alcançar seus objetivos financeiros. Este artigo foi útil para você? Aproveite e compartilhe com alguém.

Continua após a publicidade..

Ativos que são obrigatórios a declaração de Imposto de Renda

Como fazer uma faxina financeira no meio do ano?